Podcast

Ih, deu ruim!

Com Denis Andrade, Brunno Cardoso, Bruna Cunha e Carina Andrade
Pinterest LinkedIn Tumblr

ATENÇÃO! Não ouça esse episódio se você estiver trabalhando em algo muito importante.

Denis Andrade, Brunno Cardoso, Bruna Cunha e Carina Andrade contam suas histórias de quando os projetos não saíram exatamente como planejado.

No programa de hoje você vai descobrir a importância de manter um backup atualizado, descubra o que acontece se você alterar a voltagem de um computador ligado, entenda a importância do botão REC em um gravador e aprenda a colocar a culpa em alguém quando você fizer algo errado.

Recados

Comentado no programa

Opiniões e comentários

Envie sua mensagem sobre este podcast por e-mail para podcast@mateada.com ou envie uma mensagem de texto ou voz para o WhatsApp (51) 999-283-800

Assine o Mateada Podcast

No: Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | YouTube | Email | RSS

Não sabe como assinar um podcast? Visite essa página e veja como fazer passo a passo.

Créditos

  • Edição completa por Radiofobia Podcast e Multimídia;
  • Podcast hospedado por Blubrry Host.

5 Comments

  1. Diego Brocanelli Reply

    Excelente episódio, conhecia os vídeos porem o podcast é novidade, porem estou gostando bastante. Continuem com este excelente trabalho.

    Sou programador e quem nunca realizou um update sem where, graças a Deus nunca realizei em produção hahahaha no no ambiente de desenvolvimento. Mas a sensação é horrível.

    Parabéns a todos pelo excelente conteúdo.

  2. Pétrus Davi Reply

    Olá amigos do mateada, tudo bonzinho? Sobre o episódio, Todos nós já fizemos alguma besteira no trabalho certo? Algumas das situações são engraçadas (pelo menos as que não dão problemas para a empresa). Eu pessoalmente não lembro de ter cometido um erro tão grave assim nos lugares que trabalhei, pois procuro ser bastante atento no que faço, porém já deletei backups de podcasts que gravei sem querer achando que o episódio já tinha subido, já deixei a sensibilidade (De um microfone condensador) quase no 90, podem imaginar o caos que foi pro editor retirar os pensamentos que o microfone captou durante a gravação. Desculpe pelos comentários curtos, geralmente deixo maiores, porém no momento estou estudando para a prova. Abraços 🙂 !

  3. Aline Akiw Reply

    Olá pessoal.
    Puts, trabalhei numa empresa terceirzada de telemarketing, na área de atendimento ao cliente e suporte tecnico, mas me mandavam trampodeoutras áreas, como relatórios de tráfego de abertura e encerramento de contrato de clientes Vips!, e já no primeiro mês de trabalho subi pra responsável do departamento.
    Fiquei encarregada de cancelar determinados contratos não Vips, e me ferrei quando cancelei um contrato do cliente mais influente, o problema foi maior quando eu mesma percebi que além do contrato dele, eu cancelei mais 20 atrelados ao dele aos quais ele dava patrocínio.
    Ahhhh quase morri de remorso, falei até com o gerente maior da empresa, e não resolvemos.
    Tive que ligar pro cara, normalmente sempre uma en arregada atende e agenda horário, mas dessa maldita vez foi o próprio cabeça quem atendeu, nessa hora eu esqueci como falava kkkkkk mudei de cor, gaguejei, até que ele puto da vida disse que era pra ligar quando eu aprendesse a falar direito… Shame!

    Mas como eu ia falar pra ele que teria que refazer tudo ele mesmo, e ainda teríamos que reajustar os valores individualmente, pois haviam valores saturados ao serviço prestado?!
    Então eu enviei um email todo cauteloso, e assinei com a matrícula da empresa de tanta vergonha.

    O interessante é que não fui demitida, e ele respondeu o meu email me descuçpando, ufa!
    Eterno!

    Ótimo trabalho de vocês galera. Inspiração.

Write A Comment

Pin It