O Prêmio Black Friday de Verdade é uma votação para eleger os e-commerces que fizeram a melhor Black Friday do ano. Neste artigo, vou te contar como esse prêmio começou, quem são as empresas que organizam, qual o processo para participar e, principalmente, como conquistar a premiação!

Se preferir, vá direto ao ponto:

Segundo o site E-commerce Brasil, o número de vendas triplica durante a Black Friday no Brasil. E mesmo com essa grande oportunidade para o mercado, os lojistas ainda enfrentam um velho problema: a falta de confiança do consumidor na veracidade das promoções especiais da Black Friday.

A piada “Black Fraude” surgiu da má fé de algumas marcas ao oferecer promoções que não existiam, como aumentar o valor do produto para dar um desconto falso.

Piada Black Fraude

Mas a boa notícia é que, nos últimos anos, esse tipo de prática diminuiu bastante e, consequentemente, os consumidores estão mais confiantes e animados com a Black Friday brasileira. E para evitar que os compradores tivessem uma má experiência e incentivar as lojas que realmente priorizavam a experiência do consumidor, surgiu a Black Friday de Verdade, que acontece até hoje.

O que é a Black Friday de Verdade?

A Black Friday de verdade ajuda tanto os bons e-commerces a venderem em maior quantidade quanto os consumidores a comprarem mais.

A iniciativa surgiu, justamente, por causa deste problema de confiança dos consumidores com as lojas. Com isso, em 2014, a Proxy Media reuniu algumas lojas e propôs um termo de compromisso para o comprometimento em oferecer descontos reais e condições transparentes aos consumidores.

Clique aqui para visitar o site do projeto.

Com isso, o que vemos é um grande incentivo para:

  • os consumidores: pesquisa de preço, prevenção contra fraudes e atenção nos detalhes de compra;
  • e as lojas: descontos reais, comunicação clara para o consumidor e bom atendimento.

Extensão Black Friday de Verdade para Google Chrome

A Black Friday de Verdade lançou, no dia 1 de Outubro, uma extensão gratuita para instalar no Google Chrome. Essa extensão é um comparativo de preços. Ou seja, quando você entra no site de uma loja, automaticamente uma comparação de preço com outras lojas monitoradas pela ferramenta será mostrada.

Outras análises também são feitas pela extensão, como o histórico das mudanças de preço de determinado produto em uma loja, o que ajuda muito o comprador a observar se aconteceu alguma mudança de preço suspeita para a Black Friday.

Várias lojas conhecidas estão sendo monitoradas e você pode ter acesso a lista e também E o Prêmio Black Friday de Verdade?

Este prêmio é um reconhecimento muito importante para qualquer loja, já que incentiva o aumento das vendas e destaque da marca.

Para incentivar ainda mais o comprometimento das lojas e a avaliação dos próprios consumidores, a Proxy Media contou com o apoio do E-commerce Brasil e da ABComm para criar o Prêmio Black Friday de Verdade.

Para entender melhor sobre o prêmio, eu conversei com a Isabella Hernandes, da Proxy Media, que foi muito atenciosa para explicar o processo! Também entrei em contato com o Maurício Salvador, da ABComm, que deixou uma dica para os lojistas:

“Desde 2015 a Black Friday se tornou a segunda data mais importante no e-commerce brasileiro. Tanto consumidores quanto lojistas aguardam ansiosamente essa data para fazer bons negócios!

Os lojistas têm que fazer uma seleção cuidadosa dos produtos que vão entrar na oferta. As melhores estratégias são para queimar estoques de curvas C e D. Amarrar os descontos com pagamentos à vista, por exemplo, ajuda no fluxo de caixa.”

– Maurício Salvador, da ABCOMM

Voltando ao prêmio: através de um júri de indicação (especialistas que selecionam as lojas com maior potencial) e com o voto popular (avaliação dos consumidores) são eleitas 12 lojas vencedoras (uma para cada categoria) que recebem o troféu de reconhecimento da Black Friday de Verdade.

As categorias:

  • alimentos e bebidas;
  • bebê e brinquedos;
  • cosméticos;
  • eletrodomésticos;
  • eletrônicos e informática;
  • esportes;
  • farmácias;
  • livros, filmes e games;
  • moda e acessórios;
  • móveis e decoração;
  • telefonia;
  • viagens.

A premiação fez tanto sucesso que conquistou, logo na sua primeira edição – em 2017 -, mais de 300 mil consumidores que se cadastraram, compraram das lojas envolvidas com a Black Friday de Verdade e votaram nas que mais gostaram.

O que é considerado na votação feita pelo júri de indicação e pelo público:

  • preço;
  • entrega;
  • atendimento;
  • facilidade de compra.

Como participar do júri popular

Para participar do júri popular é bem simples, basta se cadastrar no site da Black Friday de Verdade e votar nas lojas que foram selecionadas para o prêmio deste ano. Todos os usuários que votam ganham um número da sorte para concorrer a prêmios.

Como a sua loja pode conquistar o prêmio

A seleção das lojas que participam do Prêmio Black Friday de Verdade é feita por um júri de especialistas em e-commerce, que analisa as lojas virtuais que mais se destacaram na Black Friday e seleciona as melhores para o próximo passo da premiação: o júri popular.

Isso quer dizer que não há inscrições para participar e nem nada do tipo. Para que a sua loja tenha chances de participar, ela precisa se destacar naqueles quatro critérios de avaliação de que falei antes e assim chamar a atenção do júri especialista.

Para ajudar a sua loja a se destacar na Black Friday, preparei algumas dicas especiais para melhorar seu e-commerce de acordo com cada um dos critérios exigidos!

Preço

É preciso se programar muito tempo antes da Black Friday para conseguir oferecer promoções justas e que se destaquem entre os consumidores. É claro que a sua margem de lucro por venda será reduzida, mas a ideia de participar da Black Friday é aumentar a quantidade de vendas.

O principal objetivo de oferecer preços baixos é a oportunidade de conquistar novos clientes. Como a lógica é que as vendas aumentem muito, logo, você pode aumentar sua base de leads com mais cadastros.

Para ter uma boa noção do potencial da Black Friday, basta olhar para o Google. As pessoas já se preparam para aproveitar os descontos dessa data, inclusive boa parte das buscas é em torno das palavras-chave “promoções black friday” e “ofertas black friday” (já fica a dica para as estratégias de SEO e links patrocinados 🙂 ).

Pesquisa por Black Friday no Google Trends
Tendência da Black Friday, de acordo com o Google Trends.

Além de planejar com antecedência as suas promoções, é importante monitorar os preços e condições de pagamento das lojas concorrentes, assim você pode ter uma ideia se os descontos que a sua loja oferece são os melhores, ou se estão de acordo com o mercado.

Por isso eu conversei com o Maurício Cardoso, da Web Price, para trazer dicas indispensáveis para você que deseja oferecer ótimos preços e criar boas estratégias de venda para a Black Friday. Olha aí. 🙂

“A Web Price é uma ferramenta de monitoramento, como se fosse uma pesquisa online ou um big data sobre preço e disponibilidade. A gente monitora, hoje, mais de 100 milhões de ofertas.

Então a primeira dica que dou para o lojista que vai participar da Black Friday é ter estoque do produto que ele quer vender. Não dá pra fazer ofertas de produtos com pouco estoque, porque vai vender muito rápido e em grande volume.

A nossa ferramenta pode ajudar o lojista a tomar decisões estratégicas, nas quais ele vai ver que não adianta comprar produtos que o mercado já oferece com o preço muito baixo. Ele pode ver, por exemplo, qual preço que fica atrativo para aquele produto que ele tá com um estoque razoável.

E Black Friday é oferta, claro que não precisa ter um enorme desconto, mas quanto melhor o preço mais chama a atenção do consumidor. E isso pode ajudar em muitas outras estratégias de vendas, como para produtos de cauda longa. Às vezes o lojista escolhe um produto que vai ter o super desconto, o que é uma porta de entrada para vender os outros produtos com descontos menores, entende?

Mas o lojista precisa ter a preocupação de estar monitorando todas as promoções feitas para a Black Friday. Por exemplo, o preço tem que ser, no mínimo, bom. Porque se não a loja pode cair no ridículo e prejudicar toda a construção da marca.

Em alguns casos, uma loja faz uma promoção achando que é razoável e esquece que o cliente está pesquisando o produto que ele quer em muitas outras lojas e acaba ficando com uma visão negativa e até perdendo credibilidade.

Eu já participei de cases de Black Friday em que as vendas foram maiores do que em dois ou três meses. Então, essa data é muito relevante hoje pro varejo e pro e-commerce. Tem que ter uma estratégia bem definida.”

– Maurício Cardoso, da Web Price

Entrega

Algumas lojas criam uma percepção negativa no público por não cumprirem as promessas quanto à entrega dos produtos vendidos na Black Friday. O problema mais comum é o atraso, que pode ser evitado com um planejamento que acrescente mais dias ao prazo dos produtos vendidos na Black Friday. Além disso, você pode pensar em outras soluções, como parcerias com lojas físicas para a retirada local dos produtos.

Um outro erro grave que acontece é a falta de controle no estoque. Como o Maurício reforçou no tópico anterior, é esperado que o volume de vendas nesse período seja alto, então você precisa garantir um estoque maior para esse período ter total controle de saída. Duas dicas: contratação de funcionários temporários para darem conta da demanda ou automatização dos processos.

Para conseguir dicas práticas quanto à entrega, eu troquei uma ideia bem legal com o Guilherme Gazaro, gerente de e-commerce da Multisom. Olha aí. 🙂

“Nós trabalhamos com um prazo de entrega muito agressivo aqui na Multisom porque a gente sabe que o tempo de entrega é um grande diferencial na hora da escolha do cliente entre comprar com a gente ou com os concorrentes.

O que nós fazemos para dar conta dos pedidos da Black Friday é acrescentar até 5 dias no prazo de entrega dependendo da região, já que o volume desse período é similar ao volume de um mês inteiro normal de vendas.

Também estamos preparando a operação para que, na Black Friday e nos 5 dias seguintes ao evento, nossa expedição consiga atender à alta demanda de pedidos, investindo em automatização e contratando mais funcionários para o período.

Já estamos alinhando com nossas transportadoras terceirizadas para que elas estejam preparadas para o aumento de demanda, inclusive com funcionamento nos finais de semana.”

– Guilherme Gazaro, da Multisom

Atendimento

É claro que o atendimento deve ser atencioso com os consumidores durante o ano todo, mas como a Black Friday envolve mais pessoas comprando, também aumentam as dúvidas e inconvenientes relacionados a compra. Para evitar que seus clientes tenham uma experiência ruim com o atendimento do seu e-commerce, você pode:

  • investir em autoatendimento: o chatbot é um recurso cada vez mais usado no atendimento online de empresas, e você vai encontrar tecnologias que permitem uma conversa mais humanizada entre clientes e o bot. (quer saber mais sobre chatbots? leia esse artigo)
    Uma prática usada nas empresas é programar o chatbot para responder perguntas mais básicas e que podem ser resolvidas rapidamente com os clientes. Assim é possível liberar mais tempo para a sua equipe do SAC atender casos mais complexos de resolver.
  • contratar mais pessoas para o SAC: busque mais pessoas para completar sua equipe de atendimento temporariamente. Aproveite e reforce o treinamento dos seus colaboradores, com dicas úteis para facilitar a dinâmica de grupo na Black Friday. Também é comum as empresas realocarem alguns funcionários internos somente para dar conta da demanda dessa data.

Para você visualizar melhor como é importante ter um bom atendimento, assim como valorizar a experiência de compra (que vamos ver no tópico a seguir), conversei com o Rodrigo Maruxo para trazer dicas muito ricas para sua loja. Olha aí!

“Além das já conhecidas vantagens do Black Friday como o aumento significativo do giro e queima de produtos “slow movers” do nosso estoque, é preciso considerar que a data também possibilita um aumento de awareness e a entrada de clientes novos em nossa base, que chegam pelo gatilho da oportunidade de preço, mas se bem trabalhados na experiência de compra podem se tornar clientes fiéis e de alta rentabilidade a médio e longo prazo.

Desta forma, a dica é pensar estrategicamente nos sentimentos que deseja gravar na mente e coração dos clientes da data, desde a campanha de atração, usabilidade do site, conversão em pedidos, entrega impecável e atendimento ao cliente em todo ciclo de pré e pós venda, significa apresentar para esta nova base as vantagens práticas de fazerem negócio contigo também em outros momentos além deste, amplificando o potencial de negócios que o Black Friday por si já possui. Dessa forma, pensar além da venda pura e simples, agregando ao processo informações claras, pontualidade e pronto atendimento, construirá uma Black Friday de sucesso sólido para além da data.”

– Rodrigo Maruxo, consultor de e-commerce

Facilidade de compra

Esse item é o que merece mais atenção entre todos. Um dos maiores problemas do e-commerce brasileiro está diretamente ligado à experiência de compra do cliente, que é dificultada em diversas situações. Abaixo, trouxe as situações mais prejudiciais para a experiência de compra e como você pode otimizar cada uma delas no seu e-commerce!

Processo de compra

  • Cadastro prático e rápido: uma das causas das desistências de compra é o cadastro extenso e demorado. Solicite apenas as informações extremamente necessárias para que o usuário realize a compra na sua loja. Algumas marcas liberam a opção de compra “com apenas um clique”, que é uma versão muito mais rápida e prática.
  • Informações do carrinho de compras: informações pertinentes precisam estar destacadas. Por exemplo, o número de itens no carrinho e o preço total da compra. Além disso, o campo para calcular o frete e observações relevantes sobre a entrega precisam estar claras para o cliente nesse momento.

Recentemente, eu fiz uma compra com a loja 3M e a experiência foi muito boa, já que o processo para realizar a compra é muito facilitado. Com poucos cliques o cliente consegue comprar o seu produto. Fica aí um bom exemplo para esse tópico! 🙂

Otimização para Mobile

  • Tempo de carregamento das páginas: muitos consumidores navegam e realizam a compra pelo celular ou tablet. Sendo assim, é crucial que o seu site não seja muito lento para mobiles. O Neil Patel tem um artigo ótimo sobre otimização de e-commerce para dispositivos móveis, incluindo um tópico só sobre tempo de carregamento. Fica aí a sugestão de leitura!
  • Design responsivo: a sua loja precisa se adaptar bem a qualquer dispositivo, de computadores a celulares. Para isso, é importante que você conte com profissionais da área para planejar o seu e-commerce. Inclusive, o Sebrae tem um artigo simples e de fácil entendimento sobre o que considerar em um projeto de e-commerce responsivo.

Problemas técnicos no site

  • Tempo de carregamento no desktop: no celular a gente já sabe que as lojas enfrentam mais problemas para otimizar o tempo de carregamento. Mas se a demora também está acontecendo em desktops é pior ainda, pois seu e-commerce vai desagradar a ambos os públicos.
    Isso pode acontecer por causa de arquivos muito pesados ou problemas com servidor. Para facilitar, você pode identificar qual é o problema com o nosso artigo tempo de carregamento e o que fazer para otimizá-lo.
  • Capacidade do servidor: lembre que o tráfego no seu site irá aumentar — e muito — nesta data, ou seja, o servidor precisa ter capacidade suficiente para manter a sua loja online e evitar problemas de manutenção no meio da Black Friday.
    Hoje em dia muitos servidores usam recursos escaláveis, ou seja, você pode melhorar seu serviço para casos específicos. Então, é bom estar alinhado com a plataforma e seu suporte técnico!

Design da loja virtual

  • Vitrines e destaques: o consumidor, quando entra no seu e-commerce, precisa identificar rapidamente quais são os produtos que estão com descontos imperdíveis Para isso, crie vitrines especiais para a Black Friday e destaque as principais ofertas em banners na home do seu site.

Como eu gosto (muito) da Sephora, não podia deixar de trazer o exemplo do e-commerce dela para esse tópico de vitrines e destaques. Olha só como a marca destacou a Black Friday de 2018 no site:

Destaque de BlackFriday no site da Sephora

Além dos banners de promoções na home do site, a marca criou uma página dedicada somente à Black Friday. No começo, já vemos um contador de tempo restante até começar o evento. Isso é importante para criar no consumidor aquele sentimento de escassez e urgência que tanto se fala nas técnicas de persuasão. 🙂

Destaque dos principais produtos na BlackFriday da Sephora

Ao rolar a página, as principais promoções estão superdestacadas, com fotos dos produtos, preços originais e preços com a Black Friday. Além disso, ao descer mais a página, a marca também disponibiliza conteúdo atraente para o público com dicas e curiosidades sobre a Black Friday, lançamentos, marcas, etc.

No fim das contas, decidi que vou aproveitar essas promoções da Sephora! E se a estratégia dessa marca funcionou tão bem comigo, que só entrei no site para trazer este exemplo para o tópico, você já consegue perceber o grande potencial com o público preparado para a Black Friday. 🙂

Conclusão

Basicamente, para que o seu e-commerce tenha chances de participar do Prêmio Black Friday de Verdade, é importante que:

  • a sua loja ofereça bons preços e boas promoções relevantes para a data;
  • a entrega seja organizada e dentro dos prazos;
  • o atendimento consiga dar conta da demanda sem baixar a qualidade;
  • e que o seu site proporcione facilidade de compra aos clientes.

Essas dicas também podem ser utilizadas em outras datas

Todas as dicas que deixei aqui para que o seu e-commerce cumpra bem os critérios do Prêmio Black Friday de Verdade também podem ser aproveitadas em outras comemorações no ano. Por exemplo o Natal, que é a próxima data no calendário e que mais movimenta o mercado!

Agora que você já tem uma ideia de otimizações para o seu e-commerce ter chance de concorrer aos próximos Prêmios Black Friday de Verdade, deixe um comentário para nós com suas dúvidas e sugestões! Boas vendas!


Gabriela Dias
Gabriela Dias

Estudante de publicidade e propaganda, redatora na Agência Mateada e desenhista nas horas vagas. <3